Ajuda para os novatos no Mac OS X

Quando comecei a usar o Mac OS X me encantei pelo apelo visual e eficiência do sistema da Apple. Nenhuma novidade até então. O que me surpreendeu foi o fato de que diferente do Linux que é cópia do Windows (falando em paradigma de interface), o OS X é um sistema completamente diferente com paradigmas únicos. Só para citar um exemplo conhecido até por quem nunca pôs a mão num Mac, no OS X a barra de menus fica no topo da tela ao invés de ficar na janela do aplicativo.

Para ajudar as pessoas que estão começando a usar o Mac, listarei algumas diferenças e dúvidas comuns que eu mesmo já tive um dia. Depois de pouco tempo você acaba descobrindo que na maioria das vezes, a maneira do OS X de fazer as coisas é mais intuitiva e consistente do que a de qualquer Windows ou Linux.

Bom, eu não trabalho na Apple e também não participei do desenvolvimento de nenhum de seus produtos então tudo que eu disser aqui é baseado no meu próprio conhecimento de design de interfaces e em alguns capítulos das Apple Human Interface Guidelines que já li.

1 Por que o raio do menu tem que ficar no topo?

No começo achei que isso fosse só um detalhe esquisito. Não é muito mais lógico o menu ficar colado no aplicativo ao qual pertence? No caso do OS X, a resposta é não. A diferença, é que o sistema da Apple é centrado na aplicação (repare que Cmd-Tab Circula pelos aplicativos, ao invés de janelas), enquanto o Windows é centrado na janela. Sendo assim, o menu é global da aplicação o que evita redundância e o desperdício do espaço útil, principalmente quando estamos trabalhando com janelas lado a lado.

2 Control não funciona!

Funciona sim, mas talvez não do modo que você espera que funcione. A tecla modificadora principal do Mac é o Command, que fica ao lado da barra de espaços. Comandos como por exemplo Ctrl-C, no Mac vira Cmd-C.

3 O botão verde não maximiza!

Normalmente as pessoas usuárias de pc estão tão acostumadas a trabalhar com as janelas maximizadas que quando usam um Mac vão logo clicando no botão verde achando que a janela vai maximizar (parte da culpa também é dos skins que fazem Windows e Linux ficarem parecidos com o OS X e transformam o botão de maximizar no verde). No OS X, o botão verde serve para colocar a janela em um tamanho que todo o seu conteúdo fica visível. O OS X leva o conceito de multitarefas ao extremo, e maximizar a janela não faz muito sentido quando se está trabalhando com diversas tarefas em paralelo. Além do mais, diferente do Windows, você pode abrir diversas janelas ao mesmo tempo e deixar todas a vista que o sistema não vai começar a pendengar. Por último, tirando o MacBook, os computadores dá Apple têm monitores bem grandes que podem ser melhor aproveitados se uma única janela não ocupar todo o espaço. Mas se nada disso te convenceu, relaxe. É só redimensionar a janela para ocupar a tela toda que o sistema lembrará o tamanho e posição da proxima vez que você abrir o aplicativo. [Atualização: Segurando o Option enquanto clica no botão verde provavelmente é o mais próximo de maximizar que dá pra fazer no Mac.]

4 Os acentos não saem em cima das letras nem com reza brava!

O Mac tem uma forma bem peculiar de se acentuar as palavras, pois pressionando as teclas de acento eles são colocados na frente do texto, como um caractere normal. No Mac, a acentuação é feita com as seguintes combinações: Option-E = acento agudo, Option-I = acento circunflexo, Option-N = til, Option-C = C cedilha, Option-` = crase. Não sei por que a Apple escolheu esse padrão de acentuação. Não me parece intuitivo. Já ouvi gente argumentando que é pra ficar consistente com diferentes layouts de teclados, mas ainda não me convenceu, já que a Apple comercializa seus próprios teclados. O falto é que se você realmente odiar essa forma de acentuação parece que é possível usar algum programa ou modificar algum arquivo (ver Google) para funcionar igual ao Windows mas acredite, não é difícil de se acostumar!

5 Qunado aperto Enter (Return) em um arquivo ele edita o nome, ao invés de abrir!

É isso mesmo! Com um arquivo selecionado, o enter ou return funciona como o F2 no Windows. Para abrir o arquivo sem dar dois cliques aperte Cmd-O, como o Abrir em qualquer aplicativo. Agora até parece mais lógico, certo!? Aliás navegar pelo Finder sem usar o mouse é bem fácil. Cmd-Seta Esquerda = voltar, Cmd-Seta Direita = Avançar, Cmd-Seta Cima = um nível acima, Cmd-I = informações sobre o arquivo, Cmd-O = Abrir  e Esc sempre cancela uma ação.

6 Ok, mas mesmo assim não consigo acessar os menus nem os botões dos diálogos sem usar o mouse.

Com os diálogos, o OS X tem um sistema bem simples de acesso aos botões: Enter (Return) aciona o botão de confirmar, enquanto Esc aciona o botão de cancelar. Além, disso, é possível circular o foco entre os botões com Tab. Mas lembre-se, para acionar o botão com o foco (aura azul), use a barra de espaços pois Enter (Return) acionará o botão de confirmar (o azul).  Os menus não possuem mnemônicos, como no Windows, então para chegar neles sem usar o mouse é só pressionar Ctrl-F2, lembrando que em alguns teclados para usar os Fs é necessário precionar Fn, então fica Ctrl-Fn-F2. O Dock também pode ser acessado pelo teclado, é só usar F3 ao invés de F2. Após colocar o foco no menu ou no Dock você pode navegar por eles usando as setas.

7 E o Control Alt Del?

Também diferente do Windows, o OS X é um sistema estável e raramente vai dar pau. Quando algum aplicativo parar de responder, é só clicar com o botão direito (ou Ctrl-clique) no seu ícone do Dock e selecionar a opção forçar encerrar. O aplicativo fechara e o sitema continuará rodando perfeitamente, como se nada tivesse acontecido. Também pode  pressionar Cmd-Option-Esc para exibir uma janela contendo os programas que estão executando, os que não estão respondendo e uma opção para forçar encerrar. É parecido com o gerenciador de tarefas do Windows, só que funciona!

8 Já sou quase um expert, mas redimensionar as janelas é um saco!

No OS X todas as janelas tem uns risquinhos na parte inferior direita que o usuário pode puxar para redimensioná-la. Não dá pra redimensionar pelas bordas (mesmo porque no Leopard os programas não têm bordas) o que pode ser um pouco chato quando quiser redimensionar uma janela que está no quarto quadrante da tela.

9 Deletei uns arquivos do pen drive mas o espaço não foi liberado!

Outra coisa que eu acho chata (porque é confusa) é isso. O OS X não deleta permanentemente arquivos de unidadades removíveis como o Windows faz. Ao invés disso, ele cria uma pasta oculta na própria unidade, onde os arquivos enviados para o lixo ficam. Isso quer dizer que os arquivos deletados do pen drive também vão para a lixeira. O chato é que a lixeira do pen drive (quando este está conectado) se mistura com a lixeira do sistema. Então um arquivo só é deletado de verdade do pen drive quando você esvaziar a lixeira, o que vai mandar todos os arquivos deletados do hd para o limbo junto! Uma opção para usuários mais experientes é quando for deletar arquivos do pen drive, usar o terminal e o comando rm, que exclui sem mandar para o lixo (Shift-Del não funciona).

10 E não precisa de Anti Vírus?

Não. Vírus pra Mac é uma coisa raríssima (assim como para Linux) e a maioria dos anti vírus pra Mac só vai escanear por vírus de Windows para evitar que você envie um arquivo contaminado para um usuário de Windows que você recebeu provavelmente de outro usuário de Windows! Sinceramente, cada um chupa a manga que merece! Quem usa Windows que tenha um anti vírus instalado no pc!

Espero que essas dicas tenham ajudado na adaptação dos novatos. Tenho certeza que depois de alguns dias de uso você já vai estar se sentindo em casa e vai começar a perceber como no OS X as coisas fazem sentido! Rapidinho também não vai nem sentir mais falta do seu sistema antigo, e se sentir, o BootCamp ou os softwares de virtualização estão aí para isso.

Bem vindos ao melhor (mas não perfeito) Sistema Operacional para seres humanos!

Ps.: Quem tiver mais dicas ou alguma dúvida pode postar nos comentários.
Caso eu me lembre de mais dicas vou atualizando o post também.

Anúncios