E se o Mac OS se tornar gratuito?

Hoje o mundo conheceu a cara do Mac OS X que dará vida aos desktops e laptops da Apple a partir desse inverno (verão americano). O Mountain Lion trará diversos novos aplicativos como Game Center e a central de notificações dentre outros que o aproximarão ainda mais do que temos hoje no iOS. Além dos novos aplicativos uma maior integração com o iCloud e com a Mac App Store. Mudanças no Airplay e na central de segurança. E só (pelo menos por enquanto)!

O que para muitos deveria ser a nova grande iteração do Mac OS X para mim parece mais um pacote de de aplicativos para o Lion. Partindo desse ponto de vista comecei a me questionar se essa atualização valeria os 30 dólares que a Apple tem cobrado pelas últimas versões do sistema. Após ligar alguns fatos o que me parece mais lógico é que essa versão (e provavelmente as futuras) do Mac OS X será distribuída gratuitamente para todos os usuários do Mac e da Mac App Store. A seguir enumero cinco pontos que me levaram a pensar dessa forma:

( 1 ) Há algum tempo a Apple não entrega um novo Mac OS realmente grandioso. Desde o Leopard as atualizações do OS X não trazem tantas novas funcionalidades mas sempre refinam o que a Apple já considerava como o sistema operacional mais avançado do mundo. A partir daquela época o preço cobrado pelas atualizações caiu bruscamente de cento e poucos dólares para menos de trinta do Snow Leopard e Lion.

( 2 ) A maioria do lucro da Apple hoje vem da venda de iPhones. Os usuários de iPhone nunca desembolsaram um tostão pelas atualizações do iOS (por mais avançado que ele seja e embora os usuários do iPod touch já tenham) o que leva à conclusão que a venda de hardware e software integrado é muito lucrativa para a empresa mesmo quando o software não é cobrado a parte. Além do mais a margem de lucro que eles costumam obter é tão gorda que “dar” o Mac OS não teria tanto impacto assim.

( 3 ) A Apple está cada dia mais presente na venda de serviços. iTunes Store, App Store, Mac App Store e agora iCloud – todos esses serviços mostram como a Apple pode continuar lucrando com a venda de um hardware mesmo deixando de cobrar a “mensalidade” para mantê-lo atualizo que seria a licença de um novo SO.

( 4 ) O ciclo de entrega do OS X diminuiu. Há bastante tempo nos acostumamos como uma media de dois anos entre um OS X e outro e agora o Mountain Lion virá apenas um ano depois do lançamento do Lion o que o iguala ao ciclo do iOS se for mantido esse padrão. Por mais que o OS X seja muito mais barato que o Windows, pagar por um novo SO todo ano pode deixar muito usuário com o computador desatualizado, coisa que definitivamente a Apple não quer.

( 5 ) O Windows não é mais tão ruim como costumava ser. Vamos ser francos, desde o 7, que até hoje eu não sei porque leva esse nome, a Microsoft tem conquistado a simpatia dos usuários e a Apple até parou de atacar diretamente a rival em seu marketing. A nova grande vantagem do OS X poderia então ser seu preço ou ausência dele.

Dados os motivos que me levaram a acreditar na distribuição gratuita do OS X, outro ponto que quero levantar é a consequência disso caso se torne realidade. A Apple estaria atacando a Microsoft em seu mais lucrativo mercado e poderia causar um verdadeiro rebuliço nesse modelo de negócio. Não quero sugerir a retomada da guerra Apple x Microsoft mesmo porque para mim hoje as empresas são melhores amigas e todo mundo sabe que o vilão agora é outro. No entanto aumentar a participação do OS X no mercado de SOs não faria mal a ninguém (nem mesmo à Microsoft).

E então, dadas todas as peças desse quebra cabeças imaginário que me levou a pensar na possibilidade de termos um Mountain Lion de graça você concorda ou discorda comigo?

Quando (se) isso se torna realidade (e eu espero que se torne) lembre-se: você leu primeiro aqui! 😉