Sem Flash no iPhone? Culpe a Apple!

iphone-flash-message

Praticamente todo mundo que tem um iPhone ou iPod touch já se deparou com uma famigerada pecinha de lego ao tentar acessar algum site. Os mais informados provavelmente estavam cientes que a tal pecinha signignificava que o site visitado exigia algum plugin, na maioria das vezes o Flash Player e que ao tentar instalá-lo uma mensagem avisaria que o Flash Player não está disponível para a plataforma.

Pois bem, até algum tempo atrás a Adobe (desenvolvedora do Flash Player) mostrava uma mensagem idêntica em todos os sistemas para os quais o Flash náo está disponível mas de uns tempos pra cá a mensagem exibida nos dispositivos móveis da Apple deixaram a sutileza de lado e passaram a mostrar o seguinte texto: “A Apple restringe o uso de tecnologias requeridas por produtos como o Flash Player. Enquanto a Apple não eliminar essas restrições, a Adobe não pode fornecer o Flash Player para o iPhone ou para o iPod Touch.

O que desencadeou o início dessa “guerra fria” foi o anúncio por parte da Adobe de que estaria pronta para disponibilizar uma versão otimizada do Flash Player 10 para as plataformas móveis mais importantes. No entanto é bem verdade que a Apple restringe o desenvolvimento de tecnologias que permitem execução de aplicativos não nativos no iPhone, como Java ou Flash. Sendo assim, de todos os smartphones que se prezam o iPhone será o único sem Flash e a Adobe parece não querer carregar essa culpa.

Mas será que a Apple está errada em restringir o Flash (assim como o Java ou outra tecnologia não nativa) no iPhone? Analisando a situação percebo alguns indícios de que as coisas pode não ser bem assim.

Primeiro, todo mundo que usa o Mac OS X já deve ter percebido que há alguma coisa errada na implementação do Flash Player para a plataforma. Ele faz o processamento disparar consumindo mais rapidamente as baterias dos Mac Books e não raras vezes faz o Safari capotar. Como o sistema operacional do iPhone é baseado no Mac OS X, é bem provável que uma versão do Flash Player para ele tenha os mesmos problemas e acabe drenando ainda mais rapidamente a bateria do aparelho.

O segundo motivo tem a ver com interface. A Apple sempre foi super rígida em sua política de padronização de interfaces para garantir a “experiência do iPhone”. Por outro lado, tecnologias como Flash ou Java visam unificar o desenvolvimento para diferentes plataformas (veja o exemplo do Adobe Air) algo que vai totalmente contra a política da Apple.

Na minha opnião, ainda é possível que as duas empresar se entendam e que venha a existir uma versão do Flash Player para o Safari Mobile mas nunca como plataforma de desenvolvimento de aplicativos para o iPhone ou para o iPod Touch. O que a Apple pode estar querendo dizer é: “Primeiro desenvolvam um flash adequado ao Mac, depois a gente conversa melhor.